terça-feira, 25 de março de 2008

Johann Albrechtsberger (1736 - 1809)

Na véspera do post especial que terminará o nosso ciclo sobre Beethoven pareceu-nos apropriado falar do seu professor Johann Albrechtsberger.

Para muitos dos músicos do seu tempo incluindo o seu amigo Mozart, Albrechtsberger era o maior organista da sua geração. Mas para além desse virtuosismo que lhe era reconhecido Albrechtsberger foi ainda compositor e pedagogo e teórico musical.

Nasceu em Klosterneuburg (perto de Viena) a 3 Fevereiro de 1736. Iniciou os seus estudos de música num convento Beneditino tendo sido organista em Raab (1755) e Maria Taferl (1757). Foi nomeado organista da corte de Viena em 1772 e Kappelmeister da Catedral de St. Estevão em 1792.

Sem dúvida o seu maior contributo para a música foi o seu trabalho teórico que lhe permitiu ensinar Beethoven. E não se enganem. Em muitas composições de Beethoven os ensinamentos do mestre estão presentes. O seu livro Fundamentos da Composição publicado em 1790.

Johann Albrechtsberger faleceu em Viena a 7 de Março de 1809.

Foi relativamente difícil encontrar no You Tube composições de sua autoria. Fiquem assim com três exemplos que achei interessantes por razões diferentes. Em primeiro lugar uma fuga interpretada por três violoncelos e um contrabaixo aqui (não sei se se trata de um arranjo ou a versão original, muito provavelmente é um arranjo), um arranjo para uma fuga tocada numa viola aqui e finalmente um concerto para Trombone aqui. É pena que não existam aparentemente registos do Christian Lindberg (instrumentista virtuoso do trombone) deste ultimo concerto porque eu sei que ele o toca de forma inspiradora.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Oportunidades na Amazon