terça-feira, 25 de Novembro de 2014

Definição : Tocar Anti-socialmente - Uma piada musical (ou social)

Uma piada musical que vi há uns dias publicada numa página que costumo ler ( Classical Music Humor). É mais para quem sabe música mas creio que mesmo iletrados desse ponto de vista poderão facilmente apreciar . Fica no entanto uma pequena nota explicativa. A mínima igual a 96 dá uma indicação da velocidade e é perfeitamente normal. A nota a seguir, a piada, é que bom nesse ponto normalmente está uma indicação do compositor sobre a forma de interpretação. Neste caso bem pouco exigente - apenas anti-socialmente sem fazer posts no Facebook :-)

sábado, 22 de Novembro de 2014

Britten - O Guia de Orquestra para Jovens

Voltamos hoje à nossa lista das 100 Obras que recomendamos para começar desta vez com uma peça que está na mesma categoria do Pedro e o Lobo, Carnaval dos Animais ou mesmo os Planetas de Holst: São obras compostas para introduzir os jovens à música clássica curiosamente todas compostas no final do século XIX ou inicio do século XX.

A obra de Britten data de 1946 e foi originalmente uma encomenda para um filme (documentário) intitulado "Os instrumentos da Orquestra". Britten possivelmente porque tinha na altura muito trabalho demorou bastante tempo a iniciar a composição e inclusivamente acabou por não escrever a introdução e narração que fazem parte da versão narrada (que não é a mais frequentemente interpretada).

A obra foi composta com base no Rondeau de um compositor britânico do período barroco, Henry Purcell que vos mostro em instrumentos da época.



A obra começa pelo tema interpretado por toda a Orquestra seguido por várias variações uma por cada tipo de instrumento presente na Orquestra. Na versão narrada antes de cada uma destas variações existe um texto que explica a função daquele naipe ou secção especifica.

A obra termina com uma fuga iniciada pelas flautas a que se vão juntando todos os instrumentos. A narração como referimos é por vezes omitida sendo também por vezes substituída por outras mais curtas ou humorísticas como é o caso daquela que seleccionamos para vos mostrar esta obra. Uma interpretação da Orquestra da BBC nos proms de 2011.


E para os mais novos (lamento mas apenas em Inglês) o Weil Music Institute de Carnegie Hall desenvolveu um jogo interactivo que recomendo para quem queira mostrar a uma criança as várias secções e instrumentos de uma orquestra - baseado na obra de Britten, claro.

sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

Concerto de Aranjuez de Rodrigo e Spain de Chick Corea

O post de hoje é dedicado ao meu colega Alexandre que um pouco antes da hora de almoço nos presenteou com uma versão de Spain (Chick Corea). Retorqui eu - mas isso é o Concerto de Aranjuez do Rodrigo, talvez não o primeiro andamento murmurei. Mas de repente estava o adagio a tocar e as recordações  da casa da minha avó na distante Monbahus no espaço e no tempo - e na energia a tal outra dimensão Alex, a tal outra dimensão, Sim neste caso existe uma verdadeira dimensão na diferença de energia.

Algures no Lot-et-Garonne a curta distância de uma tempestade de Verão e o cheiro da terra molhada que entrava pela janela quando tocava o disco de vinil na aparelhagem, tantas vezes repetido . Um pingo de modernidade numa casa e numa farmácia do século XIX com bidons de vidro de perfume e umas torneiras em vidro que me fascinavam. O perfume a lavanda, uma campainha na porta e as notas de um teclado de um piano afagado pela minha avó, que as vezes saíam tal como Aranjuez pelas janelas. Ainda hoje a lavanda e a terra molhada me lembram a pureza do ar e do coração daquela aldeia.

Não me é verdadeiramente possível falar do Concerto de Aranjuez sobretudo deste segundo andamento de forma que não seja puramente emocional. Foi ao som dele que namorei horas sem fim - real ou imaginariamente, Foi com o seu fundo sonoro que escrevi os textos mais melosos que alguma vez foram produzidos (sim incluindo este) . Três andamentos do qual o segundo é o mais conhecido e o que foi retomado por Chick Corea na sua composição Spain onde desenvolve o tema  à sua maneira e com a sua linguagem única.

O concerto - o original perdoa-me a precisão, o que ouvia em casa da minha avó nas tardes de verão - a despropósito muitas vezes depois de um pouco de Django Reinhardt ou Chopin - foi composto por Joaquin Rodrigo em 1939 inspirado ao que se diz nos jardins do palácio Real de Aranjuez . Talvez por isso aquele segundo andamento cheire tanto a melancolia. Por isso ou por ter sido completado logo após a devastadora Guerra Civil , uma procura de unidade que talvez pudesse hoje servir de inspiração para tantos. Certamente por isso, quase poeticamente, oito anos antes de morrer, Rodrigo foi nomeado pelo Rei D. Juan Carlos - Marqués de los Jardines de Aranjuez.

O concerto foi estreado uns meses depois a 9 de Novembro de 1940 em Barcelona e uns dias depois em Madrid. Desde aí para além da retoma de Corea com que começamos este texto as versões, aliterações e outras citações várias são difíceis de listar ou de citar tal a sua quantidade. O Adagio tem a qualidade da música que nos entra pelo coração, sem pedir licença e desperta em cada um de nós o desejo ardente da nossa poesia, seja ela qual for,

Porque nisso tens toda a razão Alexandre. Se a energia pode até nem ser uma dimensão  a música essa tem de o ser e nessa dimensão apenas existe uma razão: a nossa emoção, o nosso sentimento. Tudo o resto reduz-se a à técnica da expressão e é de somenos importância.

E por isso para ilustrar este fabuloso concerto na forma neo-clássica de andamento rápido-lento-rápido resolvi escolher um músico andaluz que até ter tocado esta obra não tinha qualquer treino clássico. E esta interpretação digam o que disserem os puristas, para mim está perfeita ! Está aqui a dimensão da alma, 21 gramas ou 21 toneladas tudo dependerá do momento. Paco de Lucia na Guitarra solo.




E sim Alexandre não podia deixar de mostrar aqui para todos a composição Spain baseada no tema do Adágio deste concerto. Apreciem as duas porque ambas poderiam estar na lista ... Mas se me permites Alexandre vou apresentar-te este tema de Chick Corea numa versão que talvez não conheças com outro dos meus génios preferidos ... Bobby McFerrin, Um dueto absolutamente fantástico !

quarta-feira, 19 de Novembro de 2014

O Emmy de Carlos do Carmo

Carlos do Carmo venceu o Latin Grammy Awards sendo a primeira vez que um artista português vence este prémio. Um prémio merecido. Certo não é música clássica mas já no passado nos permitimos algumas interrupções no âmbito deste blog sempre que achamos importante. Permite-me Carlos do Carmo dar-te os parabéns utilizando uma versão modificada de um poema que ajudaste a imortalizar: Na tua voz existe, sem medida, um céu aberto, uma janela para a vida.


Neste caso não só é importante como também se trata de uma das minhas vozes preferidas especialmente porque canta uma canção que me marcou tanto que não vos consigo sequer explicar. É precisamente por essa canção com música de Fernando Tordo e um dos mais belos poemas de José Carlos Ary dos Santos que começo esta homenagem a Carlos do Carmo, o homem que hoje dedicou o seu prémio ao Povo Português.



Mas não é só por causa desta canção que Carlos do Carmo para mim é um dos génios da música popular portuguesa no que diz respeito à interpretação. Alguns outros exemplos de que me lembro sem nenhuma ordem em particular ... agora com a música de Tozé Brito e letra sempre de Ary dos Santos numa das melhores séries produzidas pela televisão portuguesa ...


No Teu Poema (também daquele festival da canção sui-generis mas absolutamente fabuloso em termos de qualidade) música e letra de José Luís Tinoco.


 E agora que tal ouvirmos a mesma canção mas numa versão com Bernardo Sassetti ao piano.



E por fim como dizia sem qualquer ordem em especial apenas algumas das canções de que gosto particularmente , Um Homem na Cidade música e letra de José Luís Tinoco e arranjos de Bernardo Sassetti (não é das melhores capturas de som mas ... )



Parabéns Carlos do Carmo e permite-me acabar como comecei numa aliteração totalmente não autorizada de uma das canções que te imortalizam ... Na tua voz existe sem medida um céu aberto uma janela para a vida.

Oportunidades na Amazon