terça-feira, 7 de abril de 2015

Je suis triste



Publiquei neste blog há umas semanas um post sobre o atentado de Paris. Desde aí algumas outras atrocidades em nome de uma religião foram cometidas. Portanto sim também sou Kenia como também me chocam todas as outras formas de violência em nome de qualquer religião seja ela qual for.

Recentemente em relação ao ultimo genocídio a mensagem do primeiro-ministro Inglês tornou-se muito popular na net pela franqueza e força que transmite. Pois bem caro David Cameron tenho uma novidade para si: Sabe que o Estado Islâmico não produz armas? Sabe que as armas utilizadas são fabricadas na maioria dos casos pelo Ocidente e quem sabe pela sua Inglaterra? diz que não lhes vende directamente ... Pois mas sabe com toda a certeza que são aliados seus que financiam aquela barbárie.

A pior hipocrisia do Ocidente não é não se revoltar, não é não criar manifestações de apoio. Essas também são erradas mas  pior, muito pior é o Ocidente é deixar que o capital, a economia ou uma suposta estabilidade geo-politica permitam que associações criminosas complexas se organizem utilizando o sistema financeiro para pagar armas. Quase que apostaria que deverão existir membros do estado islâmico com acções nas principais bolsas da Europa e do Mundo.

Follow the Money ! Congelem, Apropriem-se, Fechem paraísos fiscais. Deixem-se de hipocrisias. Sabem perfeitamente qual o ciclo do dinheiro que alimenta a compra de armas e sabem perfeitamente como estas lhes chegam às mão. Portanto caro David Cameron sugiro-lhe que comece ai pela sua city e faça umas perguntas indiscretas aos seus bancos ... Palpita-me que se o fizesse teria mais resultados práticos do que a sua linda mensagem de Páscoa, que diga-se é melhor que nada, mas é como se querendo acabar com uma infestação de formigas pegasse na ultima da fila e lhe dissesse : "Bad Girl", "Bad Girl".

E pronto para ficarmos com música para acalmar os espiritos e restaurar na medida do possível alguma fé na humanidade fiquemos com Bach numa interpretação diferente de Bobby McFerrin.



quinta-feira, 2 de abril de 2015

Uma boa partida da Deutsche Grammophon

Mas é pena que não seja verdade ...



(1) Deutsche Grammophon:




sexta-feira, 27 de março de 2015

Música no Coração - 50 anos


Já sei que este post vai merecer o devido gozo de familiares, colegas e amigos mas paciência. Alguns já saberão que o filme Música no Coração é o meu filme preferido. O titulo em inglês "The Sound of Music" é igualmente bom mas para ser sincero "Música no Coração" é mesmo o que me faz identificar com o filme, além da história, da música, da voz da Julie, da dança, do facto dos Nazis serem devidamente vilipendiados e claro ter a minha idade.

Pois é tal como o autor deste blog o filme "Música no Coração" faz hoje 50 anos, ou melhor começou a ser filmado hoje faz 50 anos.

Já sei que além do gozo haverá sempre alguém a dizer-me que isto não é música clássica e que não tem lugar neste blog ... bom nas palavras sábias de uma amiga que ouvi o passado fim de semana na rádio - o blog é meu e escrevo nele o que entender !

Mantenho é a promessa de vos deixar sempre com música neste caso uma das canções de que gosto no filme - Edelweiss , porque para mim a música está sempre no coração! (ok, ok ... admito que foi provavelmente o post mais meloso do blog até hoje e este fim poderá ter de pagar multa por excesso de açúcar :-)  )

quarta-feira, 25 de março de 2015

Chegou a hora do Violino Eléctrico ?


Um estupendo artigo da revista norte-americana Strings interroga-se se terá chegado a hora do Violino Eléctrico. Sinceramente não sei responder mas considerando que duma forma geral a amplificação e até gravação dos instrumentos de corda é normalmente má só espero que a electrónica contribua para resolver alguns problemas na captura e amplificação de violinos tradicionais.

Oportunidades na Amazon