sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Tchaikovsky (1840 -1893) : Uma biografia - Os azares das estreias

Não deve ser fácil encontrar um compositor que tenha tido de forma tão consistente "azar" com as estreias das suas obras. Estamos agora em 1874 e para trás tinha ficado já a estreia da primeira sua primeira sinfonia em 1868, acolhida sem grande entusiasmo, a Vovodea a sua primeira ópera interpretada por artistas de segunda categoria em 1869, a simples recusa da segunda ópera Undina nesse mesmo ano, a estreia de Romeo e Julieta que começa por passar desapercebida na sua estreia em 1870 simplesmente por ter coincidido com a absolvição de Rubinstein num qualquer caso em que era acusado, as estreia da sua Sinfonia nº2 e da fantasia "A Tempestade" em 1873 qualquer uma delas sem grande sucesso: As reacções foram muito variadas indo desde a indiferença ao ódio.

E finalmente em 1874 na estreia do seu concerto Nº 1 para piano possivelmente uma das obras mais emblemáticas de todo o reportório clássico também ela recebida de forma relativamente fria a começar por Rubinstein que considera o concerto demasiado mau para lhe ser dedicado ...

Porém Tchaikovsky tinha já por essa altura aprendido alguma coisa com os anteriores fracassos e recusou-se a mudar uma nota que fosse ...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Oportunidades na Amazon