quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Charles Rosen (1927-2012) - In Memoriam

Ainda há umas poucas semanas incluíamos Charles Rosen na nossa lista de grandes pianistas do século XX e XXI. Incluíamos o pianista sabendo perfeitamente que Charles Rosen por aquilo que já tinha escrito tinha uma influência na forma como percepcionamos a música muito mais vasta do que "apenas" (e este apenas está obviamente entre grande e fortes aspas) enquanto instrumentista.

Tive a sorte de ler dois livros dele "The Classical Style" e "Sonata Forms". Admito que são livros cujo conteúdo ainda não tenho a fortuna de compreender totalmente, não são propriamente obras de divulgação, mas garanto-vos que a "paixão" das interpretações de Rosen também está lá, mesmo na prosa mais cientifica e racional de análise musical.

Faleceu no passado dia 9 de Dezembro e claro que a sua morte passou praticamente desapercebida. aluno de Rosenthal, Charles Rosen era talvez um dos últimos pianistas que por essa razão, pelas memórias do seu professor e pela inspiração de Josef Hofmann que dizia o ter inspirado era uma presença que nos relembrava o inicio do século XX e mesmo o século XIX; um dos últimos grandes românticos se quisermos ser um pouco mais dramáticos.

Claro que tinha de vos deixar com música e neste caso com uma fabulosa interpretação de um Noturno de Chopin por Charles Rosen.




Para terminar deixem-me utilizar um diálogo transcrito da página de dedicatória do livro The Classical Style a que fiz referência:

Zangler: Why do youkee repeating that idiotic word "Classic"
Melcior: Oh, the word is not idiotic it´s just often used idiotically

Sem comentários:

Publicar um comentário

Oportunidades na Amazon