sábado, 4 de setembro de 2010

Post nº 1000 : Os vossos comentários a este blog (Parte 37 - 1 a 15 de Outubro de 2009)

No dia 1 de Outubro Mário concordava com uma série de citações sobre a Música (recolhidas no Dia Mundial da Música) mas discordava de Camus : "Também concordaria com todos...menos Camus! Então "A arte não tolera a razão" ? Profundamente em desacordo. A razão, aliás, ajuda a perceber e sentir mais intensamente a arte. Se assim não fosse, o músico (instrumentista, maestro) estaria proibido de ter conhecimento, teria de eliminar o racional e a análise sobre o seu trabalho, sob pena de não fazer música que conduza ao sonho... É isso que eu ponho em causa também no ensaio de Steiner, que rejeita um discurso racional e analítico sobre a música. Parece-me estéril e pedante a assumpção de que a música é tão transcendente e sublime que não há linguagem nem conhecimento que a alcancem. Esse endeusamento em nada serve a música, só a torna indiscutível, o que é sempre mau."

No dia 2 de Outubro a equipa Il Mondo Clássico defendia o terceiro andamento da sinfonia nº 4 de Brahms quando fizemos um post em que actualizamos a informação de auxilio à votação da nossa Sinfonia Preferida: "Olá querido ... adorei as recomendações, mas sabe, o Terceiro Movimento da Sinfonia Nº4 de Brahms é, na minha opinião, a melhor parte...os três primeiros minutos então! *-*"

A 3 de Outubro Pianoman completava as nossas recomendações para o fim de semana: "E durante todo este fim-de-semana temos tido o "2º Festival Internacional de Coros de Sintra" que tem o seu ponto máximo amanhã no Centro Cultural Olga Cadaval onde se poderá ouvir a Missa da Coroação e o Te Deum de W.A. Mozart." João Ferreira por seu lado corrigia uma das informações : "Queria só fazer uma pequena retificação. Não é Domingo mas sim Segunda dia 5 onde diz "Em Lisboa no CCB no Domingo dia 5 de Outubro". Significa isto que ainda estão a tempo."

No dia 5 de Outubro comentando o nosso post que festejava os 99 anos de implantação da Républica um Anónimo comentava : "Um texto propício à analise para o dia que hoje se momemora e muito oportuno também. Desconhecia o facto da troca dos Bretões por canhões. Escutei atentamente sem ideologias, partidarismoso ou perigosas convicções o «Hino da Carta». A música deixou-me indiferente, achei-a morna, insípida, um hino para adormcer corações e enterrar ilusões. Divinal Constituição? Alguém me ajude ou venha em meu socorro explicitar-me o que fazem juntas estas duas palavras tão distintas? Quanto ao hino actual, gosto dele assim como está, música por momentos forte e com carácter, por momentos suave apelando ao sentimento, e eu pergunto, não é assim que deve ser um povo? Duro e suave q.b.? Gostos não se discutem, dizem, mas eu gosto de uma bela discussão, mas sem sangue, ok? Mais uma vez, um agradecimento ao dono deste blogue pela sua perseverância e «savoir fair» em françês soa melhor. Bom, aqui deixo o meu fervoroso mas muito sincero comentário. Viva a Repúbica! Viva o hino Nacional!". Infelizmente não houve mais comentários nem polémica tão ao gosto dos nossos primeiros republicanos ... E sim este ano serão os 100 Anos de Republica!"

A 6 de Outubro Pianoman acrescentava às nossas pesquisas da semana que era de facto possível ouvir Rui Paiva interpretando Carlos Seixas : "No Youtube é possível ver e ouvir uma Sonata de Carlos Seixas tocada por Rui Paiva: AQUI" Como nota de rodapé oiçam a interpretação porque realmente vale a pena.

Ainda no dia 6 de Outubro festejávamos os 2 anos deste blog. Geocrusoe foi o primeiro a comentar: "Parabéns duplos: ao "Diz que não gosta de música clássica" e Fernando Vasconcelos.
Este foi um dos blogues que depois de descoberto nunca mais me afastei e mantém sempre o mesmo nível,força e continue assim por muito tempo." Os duplos parabéns para os mais distraídos acontecem porque faço anos precisamente neste mesmo dia e não, não foi por coincidência. Gi por seu lado dizia: "Parabéns, Fernando, para si e para o blog. Este último ano passou depressa! Felicidades, e que nos continuemos a ver por aqui - e algum dia, talvez, ao vivo porque ao vivo é outra coisa ;-)". Pianoman também nos dava os parabéns : "É verdade, concordo com a Gi: este ano passou realmente depressa.
Mas não seja por isso que os parabéns são devidos. Parabéns ao Fernando pela sua dinâmica e esperança num Mundo melhor e parabéns ao "Diz que não gosta de música clássica" por ser uma expressão disso mesmo. É de louvar conseguir manter um blogue deste tipo sem desmoralizar nem passar por fazes mais "depressivas" (eu que o diga...). Um abraço Pianoman". Paulo sinteticamente dizia: "Parabéns, Fernando. E que venham mais." Dialectos de Ternura afirmava : "Longa vida ao «Diz que não gosta de música clássica?». Que continue por muito tempo ainda a partilhar connosco o mundo mágico e fabuloso da música clássica! Bem haja! Tenho blog mas não escrevo nele, não tenho jeito nem paciência! A anónima1". Mário por seu lado dava-nos um abraço: "2 anos ... muito bom, caro Fernando, a sua dedicação e os resultados que conseguiu merecem muitos parabéns. Um abraço contente. Mário". Foi também um abraço que a Boneca de Trapos resolveu enviar nesse dia: "Da Boneca de Trapos, da "dona" da Boneca, um abraço MAIOR de gratidão pelo blog, pelo que nele aprendo sempre, e outro, de parabéns, pessoais a si, Fernando Vasconcelos. A vida vale pelos que encontramos em ruas pouco iluminadas e estas nos revelam luz ...(a net é uma rua esconsa e escura por onde devemos caminhar cautelosos).Saudações com estima *__bonecadetrapos___*". Lalage agradecia o entusiasmo : "Parabéns! Obrigada por tudo o que tenho aprendido ao ler o que vai escrevendo com tanto entusiasmo :)". Rifa também comentou neste dia especial para nós : "Parabéns! Descobri recentemente que gostava de música clássica (com 30 anos no corpo) e espero aprender muito com o "Diz que não gosta de música clássica?". Obrigado.". Ematejoca por seu lado apesar de uns dias mais tarde também comentou este post : "Mais vale tarde do que nunca!!!
Muitos parabéns pelo seu magnífico blogue, meu caro Fernando. Mesmo sem deixar comentários, dou aqui uma espreitadela quase todos os dias. Ontem também estive aqui, mas de fugida... Ando muito atarefada, porque dentro de uma semana vou de férias, e ainda por cima é a altura dos "malfadados" Prémios Nobel!!! Eu continuo a dizer, que gosto muito de música clássica e também muito deste blogue, desejando-lhe muitas felicidades e muitos anos de vida." Por fim Fantasia Musical dizia : "Muitos parabéns, Fernando. Parabéns pelo aniversário e pela persistência e intensidade como fala da Música; muito tem contribuido para a valorização desta arte. Bjis"

Uns dias depois Aires Montenegro alegrava-se com o post sobre Piazolla : "O grande Piazzolla e sua fabulosa concertina! Entre o Libertango e O Adíós Nonino venha o diabo e escolha. Mas como sou uma tremenda sentimental sinto uma ligeira inclinação pelo ultimo. Creio que escolheu o Libertango em consci^ncia pelo ar de festa e sobressalto que percorre Lisboa nestas últimas semana. O Adiós Nonino não pegava bem. Continue a sugerir que a gente agradece. Até depois!" Na verdade foram vários comentários quase "de rajada" . "Sugiro também a genial "História do tango", para flauta e guitarra, do nosso genial Piazzola. Eu arranho violoncelo e ando agora a tentar vaguear por alternativas (depois de anos a alimentar-me, e bem!, de Bach e Vivaldi) Squire,Fauré, Briten e.... Tom Jobim e todos essas maravilhas que julguei (mea culpa!)durante muito tempo inferiores! O inferior era eu, mas vá lá, aos 61 anos descobrir isto já não é mau. Apontado por um amigo, descobri hoje este blog. De Piazzola, aconselho também a história do tango, para flauta e guitarra". E ainda outro: "Eu arranho um pouco de violoncelo e estou a descobrir alternativas, como Briten, Fauré, Squire e sobretudo Tom Jobim e os queridos sul-americanos. Falta-me ainda a prática do jazz. Mas, embora as suites de Bach me continuem a dizer cada vez mais, os meus dedos e os meus ouvidos querem ir cada vez mais longe... O meu blog é banal:apedra que urrablogspot.com. Vou é continuar a visitar este blog, que tanta coisa me parece tem para mostrar..." E por fim "E a história do tango, para flauta e guitarra... Sou um arranhador de violoncelo que, após ter percorrido Bach, Vivaldi e alguns românticos, anda agora a descobrir os alternativos, como Tom jobim e alguns americanos. Falta-me garra é para o jazz... Mas se viver outro tanto (já vou em 61) ainda lá chego!". Eva Goncalves também gosta de Piazolla como ficamos também a saber: "Também sou fã incondicional ...mas infelizmente, ninguém me oferece :)
Cumprimentos"

Filoxera dizia no dia 11 de Outubro comentando um post sobre um termo para o nosso dicionário musical (Anacruse) que foi introduzido em homenagem ao blog de mesmo nome : "Se houve episódio de que gostei na actividadeque agora largo, foi ter conhecido uma violinista que faz trabalho voluntário em hospitais. Inspirou-me e qualquer dia dará azo a um conto. Um beijinho". Pianoman por seu lado ajudava-nos a compreender melhor o que é uma anacruse : "É curioso que tenha escolhido o início da Op.14 no.2 de Beethoven como exemplo de Anacruse (que é), porque devido à maneira como estão escritos os 8 primeiros compassos dá a ideia de uma anacruse, sim, mas com o acento do 1º tempo do compasso num local diferente do que é na realidade.Isto é devido à mão esquerda começar a tocar sempre na 2ª colcheia do compasso e não no seu início."

No dia 13 Dialectos de Ternura desabafava sobre um post em que traduzimos a análise de Berlioz da nona sinfonia de Beethoven: "É muito bom poder ler a sua tradução da análise de Berlioz que li atenta e consciosamente, e agradecer o seu esforço. Desculpem o desabafo: Há insanidade maior que considerar esta obra uma monstruosa insanidade? Como ateista fervorosa e convicta que sou, a min visão sobre a Nona Sinfonia resume-se ao pensamento puramente musical e poético. Ele não seguia a música, era a música que o seguia a ele. Ele estava sempre à frente dela.Bem, vou-me calar, desato a falar apaixonadamente destes poetas feitos sons, e não me calo. Aguardo espectante o seguimento desta análise. E que haja sempre música!!!"

No dia 15 Dialectos de Ternura agradecia as nossas sugestões para música ao vivo (neste caso Os Violinhos) : "Obrigada pelas dicas que são sempre bem-vindas. Um bom fim de semana! zia "

2 comentários:

  1. Gosto do novo visual, sabe?
    Bom domingo.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado São, para si também votos de um excelente resto de Domingo.

    ResponderEliminar

Oportunidades na Amazon